Pelópidas: novo modelo de gestão pública Ver maior

Pelópidas: novo modelo de gestão pública

ISBN 978-85-62883-53-8

Produto novo

A leitura deste texto pode ser facilitada entendendo-se a essência das conclusões relacionadas às pesquisas feitas sobre o processo administrativo desenvolvido por Pelópidas Silveira nas ocasiões em que atuou como prefeito do Recife. Referimo-nos ao modelo que expressa essa dedução, tornando patente a representação em pequena escala da administração pública colocada em prática naqueles momentos.

Mais detalhes

R$ 25,00

Mais informações

Consciente ou inconscientemente, os governos assumem opção relacionada aos interesses dos grupos sociais. É ocorrência sempre presente na História da Humanidade. Nas ocasiões anteriores a 1946, ano em que Pelópidas Silveira inicia sua atividade política, as ações governamentais priorizavam os interesses dos grupos econômicos dominantes, como se fossem os únicos. Em função dessa posição, caminhava a vida social. Quando assume naquela data o cargo de prefeito do Recife, Pelópidas torna evidente nova visão de mundo, essencialmente diferente: além de considerar a parcela hegemônica da economia, ressalta a existência dos desamparados (termo usado por ele), mostrando com clareza nova maneira de o governo ver a totalidade da sociedade. Ainda mais, as políticas públicas colocadas em prática priorizavam os desamparados, através de processo de realização com a participação da sociedade civil, levando-se a efeito o incentivo a mobilização, a organização e a conscientização da sua decisiva importância na construção da História. Criavam-se condições para o avanço da consciência política. Tudo seguindo o princípio básico da ética: a dignidade humana. 
A leitura deste texto pode ser facilitada entendendo-se, antes de tudo, a essência das conclusões relacionadas às pesquisas feitas sobre o processo administrativo desenvolvido por Pelópidas Silveira, nas duas ocasiões que atuou como prefeito do Recife: de fevereiro a agosto de 1946 e no período 1955/1959. Referimo-nos ao modelo que expressa essa dedução, tornando patente a representação em pequena escala da administração pública colocada em prática naqueles momentos. É baseado em quatro temas, indicados logo na Introdução, em função dos quais acontecem as reflexões levadas a efeito nos diversos Capítulos, ou seja, visão da totalidade da vida social, prioridade para diminuição da distancia entre pobreza e riqueza, processo administrativo baseado na democracia participativa e permanente aplicação da ética. Ainda mais, embora o sistema de referência diga respeito ao nível municipal, veremos, também, sua viabilidade nas análises das dimensões estaduais e federal. Apresentamos exemplos de aplicação do modelo, considerando a sua essência e as peculiaridades das situações indicadas.

Informações Adicionais

Nº de Páginas 128
Categoria Não
Acabamento Brochura
Papel do Livro Avena Off-White

Comentários

Escrever uma avaliação

Pelópidas: novo modelo de gestão pública

Pelópidas: novo modelo de gestão pública

A leitura deste texto pode ser facilitada entendendo-se a essência das conclusões relacionadas às pesquisas feitas sobre o processo administrativo desenvolvido por Pelópidas Silveira nas ocasiões em que atuou como prefeito do Recife. Referimo-nos ao modelo que expressa essa dedução, tornando patente a representação em pequena escala da administração pública colocada em prática naqueles momentos.