Inclusão sem risco de excluir - Verônica de Fátima da Costa Ver maior

Inclusão sem risco de excluir - Verônica de Fátima da Costa

Produto novo

Questionamentos e respostas em relação à inclusão escolar. O que mais enaltece a obra é o fato da abordagem estar voltada para o incentivo à coragem, à empatia, à sensibilidade, à vontade, à busca da autonomia e ao desenvolvimento da criatividade de forma que reflitamos o nosso papel enquanto professores, o papel da escola e da família.

Mais detalhes

R$ 15,00

Mais informações

INTRODUÇÃO

Todas as discussões no campo educacional estão sendo voltadas para a inclusão. Fala-se muito que a escola não está preparada, o professor também afirma estar despreparado. Isto me motivou abordar a inclusão de maneira que facilitará o entendimento de ações inclusivas. Há quem afirme que está incluindo, e na verdade nesse ato inclusivo comete ações exclusivas, descaracterizando a inclusão. A inclusão é taxativa,  ou você inclui ou exclui, se cometer ações exclusivas não está incluindo. O maior desafio do processo inclusivo se depara nessas ações. 

Os textos sugerem reflexão sobre esse desafio, sobre a prática de inclusão nas escolas. Chama a atenção para os espaços inclusivos dentro da escola, enfoca a adaptação do currículo, reorganização da escola, o papel do professor e da família, metodologia, discriminação, avaliação, importância de trabalhar com projetos e como trabalhar com pessoas com necessidades específicas em sala de aula convencional.

O leitor terá um encontro marcado a cada capítulo com aspectos relevantes que contribuirá sem dúvida para a sua prática de sala de aula. Irá encontrar respostas para seus questionamentos e obviamente por conseqüência mudar a sua verdade em relação à inclusão escolar.

O que mais enaltece a obra é o fato da abordagem está voltada para o incentivo, a coragem, a empatia, a sensibilidade, à vontade, a busca da autonomia, o desenvolvimento da criatividade de forma que reflitamos o nosso papel enquanto professor, o papel da escola e da família.

A pedagogia de projetos colocada em evidência como ponto de partida, a divisão de tarefas e o redirecionamento das ações, mostram que o professor não trabalha sozinho. Divide a sobrecarga de trabalho. 

A avaliação é tratada como processo que estimula os avanços, permitindo auto-avaliação, pautada na visão holística.

É enfatizada, a formação continuada como necessidade mais freqüente nas escolas, considerando o longo período estipulado atualmente para que elas aconteçam. Levando em consideração o seu próprio termo e a necessidade de formar grupos para refletir e avaliar a prática cotidiana, no cotidiano.    

Existe a preocupação em convencer as pessoas que não existem receitas para a inclusão. Cada ser humano é único, o processo é dinâmico. Por este motivo está sendo reforçada a importância de investir na criatividade dos profissionais da educação, mais precisamente na criatividade do professor. Além desse fator está em evidência a descoberta de talentos, explorando as possibilidades esquecendo os limites. Quem determina o limite é o próprio aprendente, na medida em que lhe for oferecido à oportunidade de experimentação. 

A família ganha espaço dentro da escola como parceira e responsável pelo processo educativo. Contribuindo com a junção das forças para reivindicar recursos que favoreça a aprendizagem subjetiva e significativa.

Há também uma preocupação em relação à hipótese de serem criados espaços exclusivos dentro das escolas, segregando o processo inclusivo, rotulando ainda mais as pessoas.

As experiências bem sucedidas vivenciadas em minha trajetória de sala de aula é o que fundamenta essa abordagem de inclusão, sem risco de excluir como aponta o título do livro de forma a contribuir com a criatividade de cada professor. 

Outro aspecto interessante é que este livro está direcionado a um público voltado para área da educação, psicologia, psicopedagogia, educação especial, partindo do princípio de que é a escola quem pode mudar a situação que se encontra a educação no nosso país.

No dia que nós que fazemos diretamente a educação no país desistirmos de acreditar nela. Podemos fechar as escolas, pois elas não terão mais sentido de existir.    

Informações Adicionais

Nº de Páginas 64
Categoria Ciências Sociais e Linguística
Acabamento Brochura
Papel do Livro Offset 90g/m²

Comentários

Escrever uma avaliação

Inclusão sem risco de excluir - Verônica de Fátima da Costa

Inclusão sem risco de excluir - Verônica de Fátima da Costa

Questionamentos e respostas em relação à inclusão escolar. O que mais enaltece a obra é o fato da abordagem estar voltada para o incentivo à coragem, à empatia, à sensibilidade, à vontade, à busca da autonomia e ao desenvolvimento da criatividade de forma que reflitamos o nosso papel enquanto professores, o papel da escola e da família.